A estratégia melhora significativamente a imagem do negócio e atrai clientes. Saiba como aplicar o Employer Branding! 

O que é o employer branding? 

employer branding, termo que pode ser traduzido para marca do empregador, consiste em técnicas e estratégias utilizadas para posicionar a empresa como um bom lugar para se trabalhar. Tal reconhecimento é importante para atingir tanto talentos que possam vir a contribuir na organização quanto clientes. Afinal, são bem vistos os locais que proporcionam qualidade de vida aos seus colaboradores. 

Sobretudo, os líderes devem se preocupar em fortalecer os pontos positivos relacionados à rotina de trabalho do negócio. Assim, o principal objetivo do employer branding é manter uma equipe de alta performance e competitiva. 

Como aplicar a estratégia? 

Com toda a certeza, para aplicar o employer branding é necessário entender o cenário atual da empresa. Ou seja, importa conhecer quais colaboradores estão satisfeitos (promotores), passivos e insatisfeitos (detratores). Dessa maneira, é possível aplicar a metodologia NPS®amplamente utilizada para avaliar o nível de satisfação dos clientes, no ambiente organizacional. Nesse caso, utiliza-se o e-NPS (Employee Net Promoter Score).

Portanto, ao ter em mãos as informações relatadas pelos membros da equipe, os líderes assumem condições para promover melhorias e investir nos quesitos positivos.  

Além disso, é crucial analisar os aspectos mensuráveis e os não mensuráveis. Os primeiros têm a ver com os proventos e bônus oferecidos aos colaboradores. Já os segundos se tratam de oportunidades promovidas pela empresa, flexibilidade de horário, plano de carreira, entre outros.  

Outras ações 

O próximo passo a ser dado após a construção desse panorama é reavaliar os planejamentos de curto, médio e longo prazo. De acordo com os dados coletados, provavelmente serão cabíveis alguns ajustes para implementar mudanças concretas e que possam ser sentidas pelas pessoas que trabalham para a empresa. 

Em seguida, é válido criar uma cultura organizacional. Isso significa que deve ficar evidente a toda a equipe qual a missão, a visão e os valores da empresa através de uma linguagem apropriada, comportamentos e ações incentivadas pelos líderes. 

Aliás, a cultura é essencial para atrair talentos que se simpatizam com os ideais da marca, bem como conquistar o olhar de clientes engajados com valores específicos. Por exemplo, é crescente o número de trabalhadores e consumidores que optam por uma empresa que promova ações solidárias. 

A continuidade da aplicação do employer branding envolve o engajamento de defensores da empresa. Ao criar um espírito de coletividade, os colaboradores divulgam a marca de forma intensa e voluntária.

Posteriormente, é fundamental investir na comunicação interna para que cada posição entenda a função do(a) outro(a) dentro da equipe.

Em conclusão, planos de carreira devem ser criados. Afinal, uma perspectiva de crescimento na empresa motiva as pessoas a permanecerem ali dentro por mais tempo, além de servir como incentivo para ações proativas. 

Principais vantagens do employer branding 

Como já mencionado, a estratégia reforça a imagem da organização. Logo, ela consegue transmitir com transparência seus pontos positivos e valores conquistando o público. 

Consequentemente, o employer branding contribui para a redução da alta rotatividade reduzindo gastos financeiros e de tempo com processos seletivos e rompimentos de contratos.  

Ao mesmo tempo, as contratações são mais assertivas, já que uma marca que conta com um bom posicionamento possui a tendência de atrair perfis qualificados e alinhados com os seus propósitos. 

Outro benefício da estratégia é a construção de um ambiente de trabalho colaborativo. Quando os líderes utilizam as informações obtidas pelo NPS® (ou melhor, o e-NPS – Employee Net Promoter Score) e promovem as melhorias adequadas, a equipe se sente ouvida, trabalha com maior disposição e aumenta a produtividade. Um sentimento de pertencimento é desperto, a saúde mental é preservada e o impacto dessas ações chegam até os clientes. 

Por fim, o número de vendas da empresa aumenta, pois, os colaboradores estão aptos para prestar um atendimento mais empático diante do bom tratamento que recebem de seus líderes. Ademais, as pessoas tomam conhecimento sobre lugares que oferecem boas condições de trabalho e compactuam com aquelas que valorizam seus funcionários. 

Dando o primeiro passo 

Inegavelmente, conhecer a fundo quem está colaborando para o funcionamento da organização é crucial para a implantação do employer branding. A estratégia leva muito tempo até ser consolidada, o que aponta para a urgência em dar o primeiro passo. 

NPS® (e-NPS) coleta informações e as armazena de forma segura. As mesmas podem ser consultadas por supervisores quantas vezes forem necessárias com o intuito de realinhar as metas do negócio. Por isso, é possível dizer que ele evita a repetição de erros e agrega valor ao banco de dados.  

Se os clientes são muito valiosos, os colaboradores são a peça-chave do funcionamento de uma empresa, porque eles estabelecem contato direto com cada pessoa interessada em consumir o produto ou serviço. 

Em suma, a equipe é a estrutura do negócio e deve ser ouvida com empatia para que possa manifestar reclamações, elogios e sugestões. Daí a importância de aplicar a metodologia e-NPS com a mesma. 

Agora que você conhece a importância do employer branding para a sua empresa, escolha um dos planos de NPS® (e-NPS – Employee Net Promoter Score) oferecidos pela WeHelp! 

Clique aqui. 

Opine e enriqueça o debate

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

 Teste Grátis 7 Dias o WeHelp - Software NPS

Close Bitnami banner
Bitnami